Beatlemania :: parte 1, dia 7

(Se você está chegando agora e quer entender toda essa doideira, clique aqui)

Olá!

Hoje é domingo e tá frio demais, né? Acho que vou economizar no papo. Simbora porque tem muita coisa boa a caminho! =) E podem se preparar, porque hoje foi meu dia mais beatlemaníaco da vida! hahah

Beatles VI (junho/1965)

O oitavo álbum dos Beatles nos EUA (que é o sexto pela Capitol, daí o nome do álbum) tem algumas faixas inéditas ou que foram lançadas apenas em EPs na Grã-Bretanha. Mas a essência dele é o Beatles For Sale, que foi lançado alguns meses antes, e o que tinha ficado de fora no Beatles ’65. Let’s!

You Like Me Too Much” -> O George Martin tá todo cheio de graça no pianinho. E a voz do George tá bem… fofa. Música simples.
Bad Boy” -> Essa e Dizzy Miss Lizzy são músicas do Larry Williams. Os gritos do John e a guitarra do George dão o ar malvadinho da música. =) Bem rock!
Yes It Is” ->Bemmm lentinha.
Dizzy Miss Lizzy” -> Tentei prestar atenção em outras partes da música, mas o Ringo tá alucinando nos pratos! Tô espantada! Adorei❤
Tell Me What You See” -> O mais curioso é que essa música saiu antes nos EUA. Só alguns meses depois ela entraria no repertório do Help!. Gostosinha de ouvir.

Help! (Agosto/1965)
Uma grande “ola” comemorativa agora. Foi a partir do Help! que Parlophone e Capitol fizeram uma parceria e passaram a distribuir o mesmo LP para o mundo todo, sem essa loucurinha de faixas ignoradas, trocadas e tal. Algumas faixas do Help! já tinham saído no Beatles VI, que eu acabei de ouvir, então vou deixá-las sem comentários e só apontar quais são😉. Esse LP é um dos meus favoritos e da Rolling Stone também: em 2003, a revista o indicou como um dos melhores álbuns de todos os tempos. Demorô!🙂

Lado A

Help!” -> Acho que essa música foi a primeira que eu ouvi dos Beatles na vida inteira. É muita emoção, gente. Amo demais os agudos, a guitarra, a bateria. Mas… o que é o Ringo com esse guarda-chuva?
The Night Before” -> Os Beatles também levam pés na bunda. E, na voz do Paul, isso fica ainda mais inconcebível. =) A única que eu não conhecia desse lado do LP.
I Need You” -> Nunca tinha ligado muito pra essa música do George, mas é bonitinha. Tem alguma coisa agradável que eu não consigo distinguir muito bem, mas acho que é meio… familiar.
Another Girl” -> Essa é a música de superação da moça de The Night Before, certeza. E o vídeo, gente? O vilãozinho em cima das árvores depois que a música termina? Ai, ai, Bítous…
You’re Going to Lose That Girl” -> Amo tudo! Aliás, essas músicas-conselhos que eles faziam eram puro sucesso – assim como os agudos do John.
Ticket to Ride” -> My baby don’t caaare… ♫

Lado B
Act Naturally” -> A música é divertida demais, o Ringo é Starr demais.❤ Tive um surto de simpatia por ele nessa música hahaha
It’s Only Love” -> Estou tendo um troço.😥
I’ve Just Seen a Face” -> Tive uma raiva saudável da versão de Across The Universe dessa música, na época que o filme saiu, porque tiraram TODO o violãozinho e o baixo do Paul, que são o charme da música. Mas já nos reconciliamos.❤
Yesterday” -> Foi fuçando os vídeos dessa música que eu descobri que o Paul ficava sozinho no palco quando tocava essa música. Gente.😦
*Já estava em Beatles VI, da Capitol.

Rubber Soul (dezembro/1965)
Eba, chegou o álbum com nome legal! \o/ A versão americana de Rubber Soul chegou apenas três dias depois da edição inglesa, que foi lançada dia 3 de dezembro, mas tinha duas canções a menos e algumas repetidas. Resolvi considerar a edição inglesa, que tem 14 músicas ao todo e todas inéditas – de qualquer forma, a gente vai passar por tudo que tem na edição americana, que dá pra ver aqui.

Lado A

Drive My Car” -> Bi bip bi bip yeah
Norwegian Wood (This Bird Has Flown)” -> Amo a cítara desesperadamente, adoro a melodia, mas nem ligo pra letra. Na real, tenho raiva da mulher da música. haha
You Won’t See Me” -> Não conhecia, mas adorei❤ Até ouvi duas vezes!
Nowhere Man” -> Essa é pra você que, como eu, não terá namorado no dia 12: é a primeira música dos Beatles que não sugere ou fala sobre amor. E tem um coro constante e gracinha.
Think for Yourself” -> O George escreveu essa música e garante que a inspiração para a letra foi, provavelmente, o governo da época. Sei… gostei da batidinha.
The Word” -> Não conhecia, mas é uma das mais legais do LP. Já tem um arzinho psicodélico em formação nessa música!❤
Michelle” -> Paul é poliglota. Essa música ganhou o Grammy de Melhor Canção de 1966, gente! É puro amor.

Lado B

What Goes On” -> Uma coceirinha country pra começar o segundo lado do LP. Nessa fase as letras estavam um pouco mais ácidas do que na época do Beatlemania. E a voz do Ringo ataca novamente. haha
Girl” ->After all this time I don’t know whyyy ♫ O coro de tu-tu-tu dos meninos é o ponto alto… E o solo do George.
I’m Looking Through You” -> Essa música foi escrita para uma namorada do Paul, assim, na cara mesmo. Eles estavam juntos há cinco anos e ele não andava muito feliz com o namoro e tal. Dá pra notar uma certa raivinha na voz dele, né?
In My Life” ->Tá no top 10 da vida. Não digo mais nada – só que não consigo ouvir uma vez só. É minha música Elma Chips. E da revista Mojo também, que a escolheu como melhor música de todos os temposNext.
Wait” ->Gostei do misterinho. Só tinha ouvido uma vez ou duas antes do desafio e já tá virando vício. Esse LP é bom DEMAIS, minha gente
If I Needed Someone” -> George psicodélico. Transições.❤
Run for Your Life” -> Tive medo, mas a música é engraçadíssima. Meio bizarro ver os Beatles ligados no modo psicopata. hahah

Yesterday… and Today (junho/1966)

Lançado pela Capitol nos Estados Unidos, esse álbum reúne músicas do Help!, Rubber Soul e algumas do Revolver, que ainda seria lançado no mesmo ano. Há toda uma polêmica sobre a capa original do LP, que mostrava os Beatles todos sorridentes entre cabeças de bonecas e pedaços de carne. É, acho que eles queriam mudar a imagem de bons moços. Ouvi as músicas inéditas e marquei quais que já foram (e onde elas estão). Simbora! =)

Lado A
Drive My Car” -> *saiu no Rubber Soul
I’m Only Sleeping” -> Acho que vou colocar como música do meu despertador. Gente, que pena que me deu deles! haha =(
Nowhere Man” -> *saiu no Rubber Soul
Doctor Robert” -> Sabe quem era o Dr. Robert? O próprio John! Era ele que levava os remédios de todo mundo nas turnês. Hum, dr. Robert… sei.
Yesterday” -> *saiu no Help!
Act Naturally” -> *saiu no Help!

Lado B

And Your Bird Can Sing” -> Rola um boato que John teria escrito essa música em resposta ao Mick Jagger, que teria falado da namorada inglesa do Beatle. De qualquer forma, o John não gostava dessa música:/
If I Needed Someone” -> *saiu no Rubber Soul
We Can Work It Out” -> Life is very short, and there’s no time/For fussing and fighting, my friend.
What Goes On” -> *saiu no Rubber Soul
Day Tripper” -> Era uma música que eu não gostava quando era pequena e conquistou 100% do meu respeito e carinho quando eu cresci. Ouça duas vezes. =)

Revolver (agosto/1966)

Esse LP conquistou o terceiro lugar no ranking dos 500 melhores álbuns da história da revista Rolling Stone americana. Não é por menos: está cheio de músicas incríveis. Apesar do álbum ter sido lançado antes da turnê do ano, ele não entrou no repertório, porque algumas das músicas eram muito complexas pra executar ao vivo. Tá bom ou quer mais? =)

Lado A

Taxman” -> Impossível não lembrar do seriado do Batman com essa música. IMPOSSÍVEL
Eleanor Rigby” -> Como, pra mim, é impossível comentar essa música, vou contá uma curiosidade: sabiam que, no original, o Paul tinha pensado em Father McCartney em vez de Father Mackenzie? Ele só trocou o nome porque achava que todo mundo ia associar ao pai dele, que era todo simpático e bigodudo. Hehe.
I’m Only Sleeping” *saiu no Yesterday… and Today
Love You To” -> A Índia é aqui, né George Harrison? Essa é a primeira música que tem realmente essa pegada indiana, com a cítara mais pesada e tal, que o George estava aprendendo com um mestre. Além dele, só o Ringo toca nessa música. Multitalento mandou lembranças.
Here, There and Everywhere” -> É uma das músicas favoritas do Paul e o John achava que era a melhor do álbum. Complicado discordar deles, né?❤
Yellow Submarine” -> Pois é, também me pegou de surpresa – eu não sabia que tinha saído no Revolver.😛 E apesar de ter sido um sucessão de vendas na Inglaterra, o single de Yellow Submarine não conquistou o primeiro lugar nos EUA. Parece que o fracasso rolou por causa daquela declaração polêmica do John Lennon, que dizia que os Beatles eram mais populares que Jesus Cristo e tal. Bom, polêmica por polêmica, é uma música tão divertida… =) De acordo com o Paul, o plano é que fosse uma música infantil ao estilo Beatles.
She Said She Said” -> A letra é um diálogo maluco, mas até que faz sentido. E a guitarra tá uma delícia, roqueiríssima.❤

Lado B

Good Day Sunshine” -> A ideia de domingo deles é totalmente diferente da minha, mas a música é tão feliz e simpática que não tem como não gostar. =) Só ignorem os créditos do vídeo, foi o melhorzinho que eu achei😦
And Your Bird Can Sing” -> *saiu no Yesterday… and Today
For No One” -> Mais uma namorada do Paul que ganhou uma música. Acho que ele não perdoava as moças muito facilmente, não. =| Queria que fosse mais comprida, achei curtinha!
Doctor Robert” -> *saiu no Yesterday… and Today
I Want to Tell You” -> Essa música lembra um pouco outra do George, aquela If I Needed Someone, do Rubber Soul. Mas é menos empolgante. hehe
Got to Get You into My Life” -> Música doida! Muito saxofone, um solo delícia e o vocal marcante do Paul. Amei!
Tomorrow Never Knows” -> A última música do LP foi a primeira a ser gravada. Dá pra sentir as influências indianas e a psicodelia forrrrte. Gosto muito do pianinho doido lá no final. Surrender to the void, galera, to the void.o_O

Total de músicas ouvidas hoje: 59! Ufa! Acho que temos um recorde aí, galera! Ainda temos seis  álbuns a caminho, mas vou dar uma vivida agora😛. Beijo e até amanhã!

3 thoughts on “Beatlemania :: parte 1, dia 7

  1. eu não sei bem como vim parar aqui (saí pulando de blog em blog). sou da trupe beatlemaníaca também, então já gostei do 1º post que eu li (no caso, este). gostei do blog e voltarei outras vezes.😉
    meu disco preferido é o revolver (se bem que é difícil eleger um preferido e não ter dúvidas pensando nos outros), aqui comentado. e estou deveras gostando de ler as impressões de outra pessoa sobre músicas de que eu tanto gosto e que me são muito familiares, já que comecei a ouvir beatles a sério quando tinha uns 13 anos, então lá se vão 20 anos atrás dos sujeitos.
    vou acompanhar a série de “resenhas” e aproveitar para ouvir pela 1000000000ª vez os discos.
    beijão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s