da anti-auto-sabotagem

Vou ser direta, pra todo mundo entender.

Se você não se auto-sabota, feche essa página imediatamente.

Calma, calma. Pensando bem, leia o resto do parágrafo porque eu vou te elogiar mais um tiquinho. É que assim: eu vou explicar o que é a auto-sabotagem, sabe. E você, que não se auto-sabota, não vai querer virar um auto-sabotador. Você não vai nem querer saber dessas pessoas que pisam em falso por vontade própria – quem seria tão estúpido? Você é uma pessoa feliz na medida do possível, que faz as coisas que tem vontade, que não tem que brigar consigo mesmo pra seguir este ou aquele caminho. Você tá na boa e isso é legal.

Pronto, agora você pode fechar essa página. Você não vai querer saber das minúcias, das bizarrices mentais, dos trâmites neurológicos e das confidências secretíssimas do sistema pra lá de nervoso de um auto-sabotador. É muito doentio, muito maluco. Não faz nenhum sentido pra quem tá lá fora, pra quem não pertence a esse  grupinho esquisito de tímidos e neuróticos.

Ah, então você quer saber o que é sabotar a si mesmo? Ok, eu vou falar. Você pediu! Você leu até aqui, meu caro, e isso quer dizer alguma coisa. Leu até aqui, aliás.

Até AQUI! DEUS! Eu tô avisando, cara, eu tô te dando chances, uma atrás da outra! Você tá desperdiçando, tá abrindo mão, olha só isso. Você PODIA fechar esse post e não fez isso! Por quê? Por quê? A auto-sabotagem é um negócio tão besta, tão estúpido, vale a pena procurar saber o que é isso, afinal?

Cara, abra seu coração, você sabe que quer fugir daqui. Você sabe que nada pode ser tão ruim quanto se auto-sabotar e impedir a própria felicidade. Sabe… o único empecilho aí é você e suas neuroses woodyallenianas. Elas impedem que as suas pernas se movam e que você simplesmente diga – oi!. É tudo. Culpa. SUA! Não é terrível? Não é abismal? Sai dessa antes que você fique envolvido também!

Fecha esse blog! Fecha NOW!

Olha, quer saber? Tô perdendinho a paciência, já. Você tem 3 segundos. Vou contar.

3.

2,75.

2,74.

2,50.

2,42.

2,1,0 CABÔ! Cabô, não tem mais jeito, some, some daqui agora! Vaaai! Xôô! Xispa! Fuja enquanto é tempo! Vaaai! A água tá batendo na bunda, olha! Vai! Remem! Remem!

Tá vendo? Isso é (mais ou menos, néam) se auto-sabotar. Isso é o que seus neurônios gritam enquanto você faz o contrário. ISSO é o equivalente (em proporções menores, é claro) a fazer a coisa errada na hora que parecia certa, tão certa! você vai lá e… desperdiça. Joga fora. Teve tanta chance pra ser feliz, pra fazer direito a coisa como se deve e não ter culpa nenhuma na consciência… ou no cartório. Você jogou cada chancezinha fora.

Parabéns. Você é um belo dum auto-sabotador. Eu também. Aceita uma bolachinha? Aqui está a carteirinha de sócio. Tenha uma boa vida.

Se conseguir.

[/amargura]

7 thoughts on “da anti-auto-sabotagem

  1. Quem leu todos os comnentários deste post até chegar AQUI realmente é um auto-sabotador nivel 10😉 Tinha coisa pra fazer, mas tá lendo ainda?!?!?!? SAI DAQUI E VAI FAZER O QUE VC ESTAVA FAZENDO ANTES!!!

    (Ps: testemunho VERÍDICO de um auto-sabotador nível 20)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s