It’s about sending a message.

Então, tá. Vou começar o post. Sem surtar. Sem surtar, Cláudia! Dignidade.

Acabei de voltar de Batman – O Cavaleiro das Trevas. E me arrisco a dizer que foi o filme que mais esperei pra ver esse ano. Eu amo Harry Potter em grau absoluto, mas simplesmente não me interessei tanto em fotos e supostos vídeos de 15 segundos que foram lançados do sexto filme. Já do Batman, well, eu participei de _quase_ tudo quanto é viral, me virei, fui lá, bati, liguei, deixei recado na caixa pooostal. Acompanhei cada detalhe obsessivamente, querendo mais (e isso vai se refletir no futuro, no filme; sempre que o Coringa era preso, eu torcia pra ele se livrar logo, só pra ter mais dele, muito mais, pra sempre, amém).

E eu sei que esse último parágrafo tá até meio formal demais pra mim. É que eu tô tentando não surtar e jogar tudo logo de cara. E, bom, na verdade eu tô tremendo.😐

Assim que eu cheguei no cinema ,  saquei o bendito celular do bolso e tirei essa fotona aí do Curingão. Que, tá, todo mundo já sabe, mas é a estrela maior do filme. Não, o filme não é dele – até achava que o veria muito mais, o trailer faz a gente pensar assim.  O Batman é o cara lá da frente, o “herói”, o bom moço. Mas o Coringa foi dono de algo muito maior, véio. Ele é simplesmente dono da platéia. Ele comandou aquelas, sei lá, duzentas pessoas com a bunda sentada na poltrona por mais de duas horas e meia. Aliás, eu não senti essas quase três horas no cinema, mas talvez, seja efeito da Coca-Cola. 700mL por quatro reais, eu não podia perder essa.

O filme é foda e tem que ser essa a palavra. Foda em todos os graus. O melhor filme de herói que eu já vi – e isso inclui Homem Aranha e sua dancinha hipnótica do terceiro filme. Batman, no geral, é muintofoda porque bah, qualquer super herói sem poderes especiais mas com crises existencialistas me ganha o coração. Paquê nervos de aço se o cara tem cérebro de papel? Nããão, o Bruce Wayne é uma coisadeloco de tão sagaz e perturbado, e aí que tá a graça! Sem falar que fica o_batman_sexiest_ever com aquela máscara, han.

Mãs as historinhas originais, do começo da série em quadrinhos (eu sei, eu li, beijos), retratam um Coringa que mêêo, não é nem 30% tão legal quanto esse. Nem tão ardiloso, nem tão esperto. Muito menos tão assustadoramente concordável. Porque sim, eu concordei com o Coringa e sim, você também vai concordar. Tá, eu AMO vilões mas não, isso não é relevante agora porque sim, o Coringa tem toda a razão e eu o amaria anyway. Mais do que maluco, perigoso e cheio de cicatrizes, o Coringa é espertíssimo. Inteligentíssimo, com propósitos obscuros demais pra ser um simples assassinozinho furreca (meu herói!, digo, não, o contrário disso) e é justamente isso que se sobressai como a maior ameaça de todas. Vilão imperfeito, herói imperfeito. É disso que o povo gosta. Ou não, aí fica chorando no barco. Mas já viajei demais.

Então tá, vou fechar aqui, só dizendo que “Batman – O Cavaleiro das Trevas” é tudo que eu esperava, que eu não me arrependo de um segundo de ansiedade nem da fila da pipoca e que aquela cotovelada que eu levei valeeeeeu a pena, que o roteiro tá tinindo de bonito e que, em alguns momentos, fica melhor que a história original. E o elenco tá brilhando mais ainda (Gary, cê tá muito Oldman! Mas te amo), que eu  não acredito em Harvey Dent, que até gostei da mocinha, que eu adorei a comparação com os cachorros, que eu só mudaria uma “fala” no filme todo, que o título é ótimo e faz todo o sentido, que as vozes dos atores estão simplesmente perfeitas, que o cabelo do Coringa parece o meu quando eu não lavo que isso, que aquilo outro…

… e que quando o filme acaba, o primeiro pensamento que latejou na minha cabeça é “pootaqueparel, ele (quem seria?) morreu“. E é por isso que eu tô tão realizada, orgulhosa, satisfeita e incrivelmente triste. Nem consigo escrever tudo o que eu queria, aliás, as partes mais relevantes eu nem mencionei. E óia que escrevi pacasseti.

Mas é como dizem: why so serious? CORRÃO LOGO e vejam!

(Sinto que meus posts pioram a cada dia. =|)

6 thoughts on “It’s about sending a message.

  1. Eu fui veeeeeeeeeerrrr E concordo com vc, apesar de não ter sentido vontade de fazer um post enooorme (que é o mínimo, relaxa, vc escreveu o suficiente e commmm certeza, tem muito mais coisa pra falar)…
    Gente, muito foda! Muito bem feito, muito emocionante, muuuiito foda. Tbm adoray o Coringa, fikdik!

    :*

  2. Seus posts não pioram a cada dia, você só está numa fase Joker incontrolável ._.
    E o cabelo do coringa também lembrou o meu oleoso HASIUHASUIHUIAS

  3. Preciso falar que eu estava com uma vontade imensa de roubar esse poster do cinema.. mas tava COLADO na parede… u.u
    eu sou mestre em roubar posteres do market place… mas não foi dessa vez…

  4. Uuuh, ela também é fãn do Coringa..
    aeee \o/

    … Também assisti o filme do Coringa, sim² do Coringa, ele destrói, só da coringa no filme, só assisti para ver ele. Melhor filme do ano. É uma pena Heath ter morrido, queria ver mais filmes dele no papel de Coringa =D

    eee.. só quero meu telefonema xDD

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s