um post em minúsculas e números

eu só queria poder dizer que sim, certas coisas são fáceis, e outras nem tanto, mas que é só uma fase, porque podem ser fáceis depois. álgebra, por exemplo, vai ser fácil lá no futuro, quando você estiver tentando explicar pro seus filhos de 12 anos que 2x = 12 e que, por isso, x = 6. enquanto isso não acontece, você vai continuar achando que álgebra é difícil, que viver é chato, que trabalhar é trabalhoso, que você não dá pro gasto. esse tipo de coisa que você só vai identificar láááá na frente como um 2x no seu caminho. mas oras, isso não é tão mau: nós todos temos essa dificuldade de identificar o x, afinal de contas, x é uma incógnita e não quer ser identificado, então ele se veste com quatro pontas secretas e números e quadrados. mas acontece que o x é um baita de um covarde, porque ele tem medo que o descubram. quando o descobrirem, vão apenas saber que x é igual a seis, e não há nada de especial em ser um seis (ou igual a um seis). talvez um dois fosse muito mais elegante, ou um cinco fizesse mais fama entre os colegas de sala. um seis é quase nada, é divisível por dois e por três, tá em algumas tabuadas, não nego, mas tem número muito mais bacana. o zero, por exemplo, é aquela coisa indivisível, homem de pedra, incorrompível. já o um tá em todas, é um fanfarrão. e tem os números negativos, que apesar de serem meio pra baixo, nunca perdem a vitalidade e tão sempre aí, fazendo fama no alasca e em outros lugares friospacaraca.

mas acontece que nem tudo é álgebra, não é? e uma coisa que poderia ser, potencialmente, um 2x, na verdade é bem mais do que isso. é tipo… tipo uma função exponencial ou um gráfico em curvas psicodélicas. você até tem meios de driblá-los, joga algumas regras de dois, uns truques, mas sabe que está tão acima da sua capacidade entender aquilo, compreender e aceitar, que talvez seja melhor nem tentar. é tipo um monstro da matemágica, que fica escondido em um bueiro a céu aberto, esperando seu momento de fraqueza maior para dar as caras e a bocarra. e ele aguarda pacientemente a hora em que você vai estar atravessando a avenida, correndo de saia e botas de cano fino, só pra aparecer e te dar um susto, pra coisa toda ficar bem mais traumática.

mas já falei demais de números. meus focos não eram os números, por que cargas d’água eu falei de números? quanta bobagem.

eu só queria poder dizer que sim, certas coisas são fáceis, e outras nem tanto, mas que é só uma fase, porque podem se tornar fáceis depois. sem auto-ajuda, sem garantir que seremos todos felizes no futuro e aah, como seremos espertos e mágicos e sábios nesse glorioso futuro! não, talvez não sejamos. mas talvez as coisas simplesmente fiquem simples. talvez você simplesmente aprenda a se adaptar.

e é isso que eu vim fazer, vim aqui falar.

e eu já acabei.

(tô numa fase enxurrada-de-pensamentos, midêxa, midêxa)

Anúncios

3 comentários a “um post em minúsculas e números

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s