Laços de Eclipse

Ele já dormia quando o chamaram. Levantou-se meio rabugento, relutante como qualquer recém-acordado. A barba por fazer e o sono nos olhos. Ergueu-se cambaleante da cama quente e dirigiu-se à varanda, ainda envolvido no último sonho, em pijamas. Não acordou quem dormia ao seu lado, talvez não valesse a pena…

…. mas o infinito se abria pelas frestas da madeira.

Valeu a pena.

Ela digitava qualquer coisa no computador. Ria de uma conversa no MSN, coçava o queixo, piscava de vez em quando. É raro piscar quando se está entretido. Alguém a chamou, entregando um par de binóculos. Ela aceitou, relutante como qualquer cibernauta convicta achando que a tela à sua frente é mais importante que o resto do Universo. Enganou-se assim que colou os olhos míopes nas lentes desfocadas.

Valeu a pena.

As duas falavam enquanto a bola rolava no gramado. Uma procurava o binóculo e o adversário fazia gol, tudo ao mesmo tempo. A natureza acontecendo, o gol que não devia, putz!, o goleiro. A grande bola de capotão lunar. “Dá pra ver as crateras”. Dava, dava sim.  Infinito escuro mas claro.

Esqueceram gramado, empate, goleiro, bola, chinelo, chuteira. Trânsito, estresse, brigas, cotidiano. Teclas, telas, posts, blogs. Contas a pagar, barbas por fazer, roupas pra lavar.

 Por um minuto, talvez mais, era só uma família reunida vendo o eclipse passar.

Anúncios

7 comentários a “Laços de Eclipse

  1. E eu perdi o eclipse…primeiro porque eu estava com sono, e segundo porque a lua começou a se mover de modo a ficar em cima da minha casa, sendo assim eu só poderia vê-la se me joga-se pela janela ou fosse na rua… ¬_¬
    Mas o último eclipse lunar eu vi. *-* A lua ficou toda vermelhona, e eu fiquei com medo, pq ela parecia estar se movendo na minha direção…enfim… :~
    Ótimo momento pra reunir a família e tal.

    :* da mais nova blogueira do BB. (*-*) *sai saltitando*

  2. Oh, geez… Li bastante coisa do seu blog e quase comentei em vários posts, mas resolvi sintetizar só nesse.
    Não me leve a mal, mas temos uma conhecida em comum.

    Apesar da ligeira tristeza e incoerência que me acometeu ao ler que você não gosta de verde, adorei saber que alguém mais já ouviu falar de Sétima Torre, do Garth Nix (apesar de preferir O Livro das Estrelas do Erik L’Homme).

    Repulsão aos rótulos que o próprio pensamento anti-rótulo acaba nos colocando, idem. Mas, nossa, sinto dizer que me decepcionei com nosso Tim. Depois de Planeta dos Macacos e Sweeney (não que não tenha gostado de Sweeney, ouço aquilo o dia todo [e vi com a Lilian, um amor *-*v], mas ele acabou com a história) e Batman que, mesmo, deixa pra lá. O fato é que eu adoro muitos Tim’s, ele não é perfeito e por isso me decepcionei. Criei tanta expectativa com Big Fish que pensei que teria um roteiro melhor. Também já me decepcionei com Depp, The Ninth Gate do Polanski e seus demônios, e “Férias do Barulho” (o título diz porquê, apesar da bunda dele ser linda lá). Depp é bom, Depp é muito bom. Janela Secreta, minha paixão, Finding Neverland, minha perdição, ai que vontade de morder o Highmore. Falando nisso, viu o novo do Highmore? Som do Coração (August Rush), fofo, clichêzinhos básicos de um roteiro mal-feito, mas ok, vale a pena.

    A imagem da barba por fazer e os binóculos relutados ao vício são tão viciantes de se imaginar.
    Desculpa me extender, sei lá o que me deu.
    ;* prazer, Leff.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s